Mundo

Líder da direita em Portugal diz que irá impedir entrada de Lula no país caso eleito

08/03/2024


 

Em Portugal, o líder do partido de direita Chega, André Ventura, disse que se eleito vai impedir a entrada do presidente Lula no país. Ventura é candidato a primeiro-ministro nas eleições legislativas que acontecem no próximo domingo 10.

“Se o Chega vencer as eleições legislativas no próximo domingo, em 25 de abril de 2024, eu quero dizer uma coisa: o senhor presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, não vai entrar em Portugal”, disse durante discurso a apoiadores.

Ventura fez referência a uma possível viagem do líder brasileiro a Portugal para a comemoração do dia da Revolução dos Cravos. A data celebra o episódio histórico de deposição da ditadura salazarista em 1974. O evento costuma contar com a participação de diversos chefes de Estado.

“Desses todos que estão para vir neste 25 de abril, eu aconselhava prudência na compra das viagens. Porque eu não estou brincando. Eles não vão entrar mesmo”, diz Ventura.

O líder do Chega afirmou ainda que Lula seria barrado já no aeroporto de Lisboa. “Se insistir, vai para uma cadeia, mas ele sabe o que é isso, então não será uma grande novidade para ele”, complementa.

Essa publicação é um oferecimento

MARE MOVEIS TOUROS